Especiais · Filmes

Especial Oscar 2016 (resumo)

oscar

Na noite de ontem, domingo, 28 de fevereiro, a edição 2016 do Oscar aconteceu e trouxe muitas surpresas em suas premiações. Viemos aqui hoje passar um resumo do que aconteceu e o que achamos disso (ainda que nada mais dos prêmios importe, já que o Leo ganhou o primeiro Oscar da carreira dele e essa seja a única notícia importante da noite de ontem e).

Com um monólogo bastante polêmico e interessante, Chris Rock foi o apresentador da noite e, por várias vezes, bateu na tecla do racismo e de como nenhum dos indicados aos prêmios maiores (melhor ator e atriz coadjuvante e melhor ator e atriz) era negro. A ironia reinou em seus discursos e piadas e ficamos com a dúvida se o pessoal da internet entendeu tudo que foi dito ou se só escutou as traduções simultâneas muitíssimo mal feitas e interpretou como bem quis (já que achamos muito fácil levantar e aplaudir o monólogo e, no instante seguinte, criticar e rir do cabelo do The Weeknd).

As apresentações musicais esse ano foram apenas três: Sam Smith cantou Writting’s on the Wall, tema do filme 007 Contra Spectre, sem nenhum outro acessório no palco, e seu nervosismo era latente, ainda que a apresentação tenha sido boa; The Weeknd, com um aparato de palco interessante e dançarinas à sua volta, cantou Earned It, música parte da trilha sonora impecável de 50 Tons de Cinza; e Lady Gaga, com a apresentação mais tocante da noite, cantou Til It Happens to You sentada ao piano, emocionada. A música, que fala sobre estupro, foi tema do documentário The Hunting Ground, que trata sobre a epidemia de estupro nos campi das universidades americanas, e foi apresentada pelo vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. Gaga ainda, ao final da apresentação, chamou vítimas desses estupros e várias delas tinham mensagens fortes escritas em seus braços como “aconteceu comigo” e “a culpa não é sua”; foi mesmo tocante e muito forte. No entanto, o vencendor foi Smith que, em seu discurso de agradecimento, dirigiu-se à Lady Gaga e disse que ela é incrível (“you are incredible”).

oscar_ladygaga

oscar_ladygaga2

Nas categorias técnicas, Mad Max: Estrada da Fúria foi o grande vencedor da noite. Faturando um total de seis estatuetas (figurino, montagem, direção de arte, edição de som, mixagem de som, maquiagem e penteado) o longa de ação virou até alvo de piada do apresentador e comediante Louis C. K. que, ao anunciar o prêmio de melhor documentário curta-metragem, chamou Mad Max e, em seguida, disse que era brincadeira (“And the winner for Best Documentary Short is … Mad Max: Fury Road? I’m kidding. It’s A Girl in the River“). Merecedor dos prêmios, o filme foi anunciado diversas vezes seguidas e, depois da terceira, já não causava mais nenhuma surpresa.

As outras duas categorias técnicas que Mad Max, apesar de concorrer, não levou, foram fotografia e efeitos especiais. O prêmio de melhor fotografia ficou com o mexicano Emmanuel Lubezki por O Regresso; foi a terceira vez seguida que Lubezki ganhou o Oscar na categoria (em 2015, ganhou por Birdman e, em 2014, por Gravidade). E o prêmio de efeitos especiais ficou para o longa Ex Machina.

Os prêmios de melhor roteiro e melhor roteiro adaptado ficaram com os indicados que já eram favoritos da crítica nas categorias. Adam Mckay e Charles Randolph ficaram com o prêmio de melhor roteiro adaptado em A Grande Aposta. E Josh Singer e Tom McCarthy levaram a estatueta de melhor roteiro original com Spotlight – Segredos Revelados.

Ennio Morricone, um senhor italiano bastante adorável, ganhou seu primeiro Oscar após seis indicações, aos 87 anos e bateu o quase imbatível John Williams, que possui um total de 50 indicações, por filmes como Tubarão, a saga Star Wars (pela qual também concorria esse ano), Amistad, O Resgate do Soldado Ryan, entre outros. Morricone fez a trilha sonora de Os Oito Odiados, de Quentin Tarantino e, em seu discurso de agradecimento, em italiano, traduzido por um outro homem, disse que não existe uma grande trilha sonora sem um grande filme.

Na categoria de documentários, o documentário Amy faturou a estatueta; aclamado pela crítica, Amy documenta a vida da cantora Amy Winehouse, falecida em julho de 2011. O vencedor por melhor documentário curta-metragem foi o paquistanês A Girl in the River: The Price of Forgiveness, da diretora, jornalista e ativista Sharmeen Obaid-Chinoy; foi a segunda vez que Obaid-Chinoy levou o prêmio nessa categoria.

Divertida Mente ganhou o prêmio de melhor animação, como já era esperado; considerado o melhor filme da história da Pixar, o longa foi premiado, e a Academia aproveitou para fazer uma homenagem a outros dois personagens da Pixar: Woody e Buzz Lightyear, que comemoraram vinte anos de amizade e apresentaram o prêmio (sim, os bonequinhos mesmo). Para a apresentação do prêmio de melhor curta de animação, infelizmente, os escolhidos foram os tais minions, que entregaram o prêmio ao chileno Bear Story.

Sem gracinhas, o vencedor de melhor filme estrangeiro foi o húngaro O Filho de Saul, que já havia faturado o Globo de Ouro na mesma categoria. O filme está disponível em alguns poucos e exclusivos cinemas e encontrá-lo na internet não é fácil como gostaríamos que fosse, infelizmente.

oscars6Agora entrando nas ditas “categorias maiores”, duas surpresas foram de excelente agrado. A primeira foi o vencedor do prêmio de melhor ator coadjuvante que, quem faturou, foi Mark Rylance e sua atuação brilhante em Ponte dos Espiões. (Eu torcia por Tom Hardy em O Regresso, mas fiquei muito, muito feliz por Rylance. A atuação dele é mesmo brilhante. /Cah) A vencedora do prêmio de melhor atriz coadjuvante foi Alicia Vikander oscars4 por A Garota Dinamarquesa, muitos dizem que essa categoria estava muito mais acirrada do que a categoria de melhor atriz, mas foi a sueca quem faturou a estatueta.

Na categoria de melhor atriz, Brie Larson levou por O Quarto de Jack e fez todos sorrirem ao virar para agradecer seu companheiro de cena Jacob Trembley, o adorável menininho que conquistou a todos atuando e fora das telas também (he’s just TOO adorable. /Cah). Larson venceu nomes como Cate Blanchett e Charlotte Rampling e confirmou seu favoritismo que já vinha do Globo de Ouro.

Sem muitos mistérios, Alejandro Iñárritu levou o prêmio de melhor diretor pelo segundo ano seguido por O Regresso (em 2015, ele levou o prêmio por Birdman). O mexicano fez um discurso de agradecimento bastante interessante, dizendo que ele tinha tido sorte de poder estar ali, mas que nem todos puderam ter essa chance, e ainda citou uma das falas do personagem de Leo no filme: eles não escutam o que você diz, eles só olham para a cor do seu rosto, o que foi bastante de encontro a toda a crítica racista que vinha acontecendo durante toda a cerimônia.

oscar_leo

E chegamos, então, no prêmio mais esperado da noite. Sim, o prêmio mais esperado da noite estava muito longe de ser o de melhor filme, muitíssimo longe. O planeta todo ficou tenso quando Julianne Moore subiu ao palco para apresentar o prêmio de melhor ator. Todos queriam apenas que ela dissesse logo o nome de Leonardo DiCaprio, como ela já tinha feito no Globo de Ouro. E graças a todos os céus e terras, foi exatamente o que ela fez. Leo (finalmente) ganhou a estatueta, após cinco indicações, com sua atuação em O Regresso. Todo o teatro ficou de pé e Leo recebeu muitos aplausos, pediu que todos sentassem e seguiram aplaudindo. Ele fez um discurso relativamente longo para os padrões atuais das premiações, mas o momento era tão importante que em instante algum aquela música que os produtores usam para mostrar que “senhor, seu tempo acabou” tocou. Foi como se todos estivessem ganhando o (mutíssimo merecido) Oscar junto com ele. E, sim, superem, os memes do Leo sem Oscar acabaram.

oscars5

Encerrando a noite, Morgan Freeman entregou a estatueta de melhor filme a Spotlight – Segredos Revelados, a segunda grande e grata surpresa da noite (Mesmo torcendo por A Grande Aposta, comemorei muito a vitória inesperada de Spotlight! /Marina). Nomes fortes na categoria fizeram pensar que O Regresso ou mesmo Mad Max: Estrada da Fúria, depois de faturar seus seis prêmios em categorias técnicas, pudessem levar, mas oscars8Spotlight foi o vencedor e assim a maior noite de gala de Hollywood se encerrou.

Cheia de críticas, discursos trazendo mensagens importantes, apresentações emocionantes e prêmios inéditos e inesperados, a cerimônia de entrega do Oscar 2016 foi o melhor rolê dominical possível na atual situação de crise.

E a gente deixa aqui um “até o ano que vem” pra vocês.

/Carol e /Marina

Abaixo a lista completa com os indicados e os vencedores das categorias.

Melhor filme

Spotlight – Segredos Revelados – Vencedor
A Grande Aposta
Ponte dos Espiões
Brooklyn
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Quarto de Jack
O Regresso

Atriz

Brie Larson – O Quarto de Jack – Vencedora
Cate Blanchett – Carol
Jennifer Lawrence – Joy: O Nome do Sucesso
Saoirse Ronan – Brooklyn
Charlotte Rampling – 45 Anos

Ator

Leonardo DiCaprio – O Regresso – Vencedor
Bryan Cranston – Trumbo – Lista Negra
Matt Damon – Perdido em Marte
Michael Fassbender – Steve Jobs
Eddie Redmayne – A Garota Dinamarquesa

Atriz coadjuvante

Alicia Vikander – A Garota Dinamarquesa – Vencedora
Kate Winslet – Steve Jobs
Rooney Mara – Carol
Jennifer Jason Leigh – Os Oito Odiados
Rachel McAdams – Spotlight – Segredos Revelados

Ator coadjuvante

Mark Rylance – Ponte dos Espiões – Vencedor
Tom Hardy – O Regresso
Christian Bale – A Grande Aposta
Mark Ruffalo – Spotlight – Segredos Revelados
Sylvester Stallone – Creed: Nascido para Lutar

Diretor

Alejandro G. Iñárritu – O Regresso – Vencedor
Adam McKay – A Grande Aposta
Tom McCarthy – Spotlight – Segredos Revelados
George Miller – Mad Max: Estrada da Fúria
Lenny Abrahamson – O Quarto de Jack

Filme estrangeiro

O Filho de Saul (Hungria) – Vencedor
O Abraço da Serpente (Colômbia)
Cinco Graças (França)
Theeb (Jordânia)
Guerra (Dinamarca)

Animação

Divertida Mente – Vencedor
O Menino e o Mundo
Anomalisa
Shaun: O Carneiro
Quando Estou Com Marnie

Melhor roteiro original

Spotlight – Segredos Revelados – Vencedor
Divertida Mente
Ex Machina: Instinto Artificial
A Ponto dos Espiões
Straight Outta Compton: A História do N.W.A

Roteiro adaptado

A Grande Aposta – Vencedor
Brooklyn
Carol
Perdido em Marte
O Quarto de Jack

Canção original

Writing’s On The Wall, de 007 Contra Spectre – Vencedor
Earnet It, de Cinquenta Tons de Cinza
Manta Rey, de Racing Extinction
Simple Song, de Juventude
Till It Happens To You, de The Hunting Ground

Fotografia

O Regresso – Vencedor
Carol
Os Oito Odiados
Mad Max: Estrada da Fúria
Sicario: Terra de Ninguém

Documentário

Amy – Vencedor
Cartel Land
The Look of Silence
What Happened, Miss Simone?
Winter on Fire

Figurino

Mad Max: Estrada da Fúria – Vencedor
Carol
Cinderella
A Garota Dinamarquesa
O Regresso

Trilha sonora

Os Oito Odiados – Vencedor
Ponte dos Espiões
Carol
Sicario: Terra de Ninguém
Star Wars: O Despertar da Força

Montagem

Mad Max: A Estrada da Fúria – Vencedor
A Grande Aposta
O Regresso
Spotlight – Segredos Revelados
Star Wars: O Despertar da Força

Direção de arte

Mad Max: A Estrada da Fúria – Vencedor
Ponte dos Espiões
A Garota Dinamarquesa
Perdido em Marte
O Regresso

 

Efeitos visuais

Ex-Machina: Instinto Artificial – Vencedor
Mad Max: Estrada da Fúria
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

Edição de som

Mad Max: Estrada da Fúria – Vencedor
Perdido em Marte
O Regresso
Sicario: Terra de Ninguém
Star Wars – O Despertar da Força

Mixagem de som

Mad Max: Estrada da Fúria – Vencedor
Ponte dos Espiões
Perdido em Marte
O Regresso
Star Wars – O Despertar da Força

Curta-metragem

Stutterer – Vencedor
Ave Maria
Shok
Day One
Everything Will Be Okay

Animação curta-metragem

Bear Story – Vencedor
We Can´t Live Without Cosmos
Prologue
World of Tomorrow
Os Heróis de Sanjay

Documentário curta-metragem

A Girl in the River: The Price of Forgiveness – Vencedor
Claude Lanzmann: Spectres of the Shoah
Body Team 12
Last Day of Freedom
​Chau, Beyond the Line

Maquiagem e penteado

Mad Max: Estrada da Fúria – Vencedor
O Regresso
The 100-Year-Old Man Who Climbed Out the Window and Disappeared

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s