Filmes · HQs · Vídeos

HQ: O Corvo (resenha + vídeo)

O Corvo

O CorvoTítulo: O Corvo (The Crow)
Autor: James O’Barr
editora: Planetário / Pandora Books
páginas: 238
ano: 2003 (originalmente publicada em inglês em 1993)
Gênero: Ação / Drama

“O medo é para os inimigos”

Fui apresentada ao Corvo – o filme, não a HQ – por uma amiga no começo do ano passado e nunca mais larguei. De lá para cá, já devo ter assistido mais de 10 vezes e indicado para algumas dezenas de pessoas. Mas não vou me alongar muito sobre isso, porque o filme já foi a minha resenha mais empolgada aqui pro Chá de Prosa no ano passado. Só que fã é fã; e fã não para no filme. Se a versão cinematográfica de O Corvo foi minha paixão à primeira vista, a HQ é meu amor verdadeiro, amor eterno.

A HQ conta a história de Eric Draven, um jovem que vê a noiva, Shelly, ser brutalmente assassinada. Ainda assombrado pelo que vira, Eric morre no hospital algum tempo depois por consequência de um tiro disparado pelos mesmos assassinos de sua noiva. Sua vingança apenas repousa por um ano depois, quando um corvo guia a alma de Eric de volta à vida para caçar seus próprios assassinos.

Eric é maravilhoso. Um personagem perfeito com falas marcantes, personalidade e uma angústia incrivelmente palpável. Não tive como não me apaixonar por tudo ao conhecer o protagonista do conto de James O’Barr, o primeiro personagem de quadrinhos a me conquistar completamente.

Quanto ao trabalho editorial da Pandora Books sob o selo Planetário, tudo ótimo. O único comentário que tenho a fazer é por conta da revisão, que deixou passar alguns errinhos bem feios, mas nada que diminua o impacto que essa HQ pode causar em alguém. Acredito que nunca vou conseguir superar o que James O’Barr e Eric Draven fizeram comigo e talvez nenhuma obra jamais tenha sobre mim o impacto que O Corvo provoca. Por conta disso e para passar melhor a ligação que sinto com essa trama, gravei uma resenha em vídeo contando a minha relação com Eric e sua história.

Acho que o que mais me toca em relação ao Corvo é saber que ele é muito mais do que uma obra de ficção; é um desabafo de um homem triste, que encontrou nessa história uma forma de lidar com a própria perda. James O’Barr resolveu escrever a história de Eric para eternizar a dor que sentia com a perda de sua namorada. A cada fala de Eric nas páginas da HQ, é quase como se pudéssemos ouvir uma voz humana, vinda bem do fundo do livro. A voz do autor. E essa dor foi talvez o que mais me fez sentir essa ligação forte com a história, apesar de nunca ter passado por uma situação como a dele. Acho que dor é uma coisa que todo mundo compreende bem. E é um sentimento que conecta as pessoas mais do que qualquer coisa.

O Corvo

A quem se interessar pela história, recomendo fortemente o filme. A HQ é difícil de encontrar. Demorei alguns meses para achar uma edição a um bom preço e pelo link de onde comprei – da página de um sebo que fazia vendas apenas pelo Mercado Livre – a revista já esgotou faz tempo. Mas vale a pena. Recomendo demais a HQ para todos que tiverem a oportunidade de comprar.

Quanto às diferenças entre filme e HQ, não há nada que mude demais a história. Os personagens foram melhor elaborados e aproveitados na adaptação para o cinema, juntamente com as cenas de ação, que ganharam um belo upgrade. Personagens que não aparecem tanto na HQ, como Sherri e o oficial Albrect, se tornaram muito importantes para a trama do filme. Mas apesar das pequenas mudanças, nada mexeu na intensidade da história.

Avaliação: 5 xicaras

O Corvo, tanto a HQ quanto o filme são obras muito queridas para mim e para as quais eu daria 5 estrelas milhões de vezes sem nem pensar muito.

O Corvo

O Corvo

O Corvo

O Corvo

O Corvo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s