Livros

Livro: Cuidado garoto apaixonado (resenha)

 1379320_696316350381655_1874774367_n

título: Cuidado garoto apaixonado
autor: Toni Brandão; ilustrações: Orlando Pedrosa; editora: Melhoramentos
páginas: 80; ano: 2006 (primeira edição 1994)

O pisca-pisca de PERIGO! e o menino de 80% de adjetivos negativos

Quando toda essa ideia de especial pro dias das crianças surgiu para nós aqui do Chá de Prosa, eu tive um pouco de problema pra escolher sobre qual livro eu ia fazer. Pensei em vários, inclusive em adaptações de clássicos para a literatura infantil e juvenil, mas achei todos chatérrimos, porque criança só gosta mais ou menos dessas coisas. Aí eu pensei um pouco mais e lembrei desse livro, que eu li na minha quinta série (sexta, talvez…), a pedido da minha professora de português, para algum estudo que agora não me lembro muito bem qual, já que faz muito tempo que eu fiz a quinta (ou sexta) série, e resolvi que essa seria a minha segunda resenha, porque isso sim era legal de ler.

Em “Cuidado garoto apaixonado”, Tui (com acento no U, segundo ele mesmo) e Ale são melhores amigos e estudam na mesma escola. No primeiro dia de aula do ano letivo que começa, eles conhecem Camila, uma aluna nova na escola, super bonita e que usa dois bonés de menino (um pra frente e um pra trás) e batom vermelho, por quem Tui se apaixona imediatamente. E tão imediatamente quanto ele sente o pisca-pisca de PERIGO! acendendo dentro dele. O coração bate nos lugares mais esquisitos e ele só consegue pensar em como ela é bonita e legal.

Mas, como quando somos quase adolescentes, tudo é um pouquinho mais complicado, Ale pede para conversar com Tui e diz que está completamente apaixonado por Camila e o coração do nosso protagonista bate com dor. E, não bastasse isso, Ale ainda pede ajuda para Tui para conquistar Camila! E, a partir disso, a história se desenrola do jeito mais adorável e pré-adolescente possível.

A história é narrada em primeira pessoa com vocabulário e construções que você, ao ler, quase escuta um menino de 11 anos falar – claro que deve ser levando em consideração o fato do livro ter sido escrito na década de 90 e parte das gírias ser dessa época. Todas as inseguranças, frustrações e ações ridículas pelas quais todos nós passamos quando nos apaixonamos a primeira vez estão ali e é impossível não se identificar com Tui em pelo menos uma parte do que ele narra.

Mesmo tendo quase 20 anos de existência, o livro consegue, de certa forma, ser bastante atual e o jeito como Toni Brandão, que é autor de outros livros infantis além desse, consegue traduzir os sentimentos de um menino de 11 anos se apaixonando pela primeira vez é incrível e, creio, é o que mais me admira no texto como um todo.  Além das ilustrações de Orlando Pedrosa, que, ao meu ver, são simples, bem como a narrativa, e acompanham o texto muitíssimo bem.

       1376491_696324110380879_443149744_n                1374099_696324163714207_1382585690_n
ilustrações das páginas 17 e 37, respectivamente

Recomendo Cuidado garoto apaixonado a todos que quiserem só descansar um pouquinho de lerem só coisas técnicas ou pra faculdade ou coisas assim. Garanto que todas as risadas valerão e que vai rolar um “putz… era desse jeito mesmo”.

avaliação: 4 xícaras (4 / 5)

E que vontade de comer uma esfiha de queijo…

PS: Agradecimentos à Lívia linda que tirou as fotos do post pra mim e por compartilhar essa história comigo. <3

Anúncios

3 comentários em “Livro: Cuidado garoto apaixonado (resenha)

  1. AAAAAAAAAWWWWWWWWNNNNN ESSE LIVRO <3
    Não importa o contexto, quantos anos eu tenha, ou o que quer que seja, essa é minha reação com esse livro desde a minha quinta (e eu tenho certeza que quinta) série.
    Falar de livro favorito é uma dessas coisas difíceis, ainda mais pra gente, mas eu acho que não preciso de muito pra considerar esse livro como o mais marcante na minha escalada literária.
    Tudo era realmente assim mesmo, e eu só conseguia pensar em usar batom vermelho e dois bonés (pena que eu ficava ridícula assim), e o Toni Brandão merece o título de best-seller pra esse livro fenomenal.
    Sua avaliação foi justa, mas ai que dor que me deu no coração, como um filho, eu acho perfeito, daria seis xicarazinhas (xicrinhas?), todas com mel e canela e chocolate do lado. AHAHAHAH
    Enfim, sempre bom dividir paixões.
    Obrigada por me fazer pegar esse livro pra ler agora. (Embora talvez meu semestre corra riscos sérios agora.)

    Enfim, 'bora ser Tui na vida. <3

    Re: ps: OWN, não por isso <3

  2. 1.) eu quero ler esse livro. (especialmente por ter adorado o seu quote do fb sobre ele);
    2.) ele me lembrou todas as sensações que eu tive lendo meu primeiro livro marcante pra escola (mas acho que…segunda série, talvez terceira) e, nossa, que vontade de ler “um dia com as pimentas atômicas de novo”;
    3.) eu gostei muito! do tom da sua resenha (e dessa vez a exclamação não foi feita pelo corretor automático). Não sei como explicar, mas não foi uma adulta escrevendo sobre um livro infantil, foi mesmo de uma adulta que não tem problema algum em revelar que ainda entende aquela história de alguma forma. Isso foi muito! (de novo proposital) legal mesmo, parabéns. Eu me peguei sorrindo com a história que eu nem conheço ainda.
    4.) a foto do post ficou MUITOLINDA PQP!!!! Tinha certeza absoluta que tinha dedo da Lívia nela AHAHAHAHAHA;
    5.) não sei se já disse, mas quero ler esse livro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s